domingo , 23 setembro 2018
Você está aqui: Capa » Mensagens » O caminho para a coroa de honra

O caminho para a coroa de honra

A mensagem expressa na carta dirigida à Igreja de Filadélfia, descrita em Apocalipse 3:11, inicia-se com uma maravilhosa promessa de Jesus: “Eis que venho sem demora”, seguida de uma advertência, “guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa”. Neste artigo, trataremos especificamente da referida admoestação, a qual demonstra claramente uma relação de causalidade nesta expressão, como veremos a seguir:

Primeiramente, temos a seguinte observação “guarda o que tens”. Ou seja, claramente o texto bíblico fala de um alerta a algo que se tem de grande valor ou até de valor inestimável e que precisa ser cuidadosamente preservado. No caso da igreja de Filadélfia, a preservação da fé e da ortodoxia presente naquela comunidade, numa época de constantes ameaças de heresias pelos falsos profetas.

O segundo elemento em destaque neste verso é a coroa, sendo estritamente ligado àquilo que deve ser preservado, incorrendo no risco de perdê-la, caso o bem atrelado a ela não fosse devidamente guardado e protegido. A perda desta é considerada a sua consequência, caracterizando desta forma, uma relação de causa e efeito.

 

A ESSÊNCIA DO QUE SE DEVE GUARDAR

Existe um princípio hermenêutico muito conhecido que diz: “As escrituras interpretam as escrituras”. Se olharmos para as Escrituras e buscarmos a interpretação do texto bíblico por meio dela, entenderemos o que de maior importância deve ser guardado:

Em Provérbios 4:23, encontramos a seguinte afirmativa: “Sobre tudo o que deve guardar, guarda o teu coração por que dele procedem as saídas da vida”. Se examinarmos esta afirmativa à luz de toda a Bíblia, chegaremos à inevitável conclusão de que não há nada de maior importância que deva ser tão bem guardado assim, do que o coração do homem.

O Dr. Hans Walter Wolff, uns dos mais conhecidos especialistas em Antigo Testamento do século XX, em seu livro Antropologia do Antigo Testamento, interpreta o provérbio acima, afirmando que no coração do homem se decide entre dar ouvidos à admoestação ou se render a tentação. Neste caso, fica claro que a decisão entre preservar a Fé e a ortodoxia ou se render às tentações das heresias, como de qualquer outra coisa, se origina em nenhum outro lugar, senão no coração: “Visto que o coração se decide entre a tentação e a admoestação prudente (Pv 4.20-27), ele deve ser guardado com a maior cautela (v.23)” (2008, p. 97).

Vale ressaltar que a palavra hebraica utilizada para coração no Antigo Testamento (leb / lebab), enfatiza não o aspecto físico deste órgão tão importante do corpo humano, mas no âmbito psíquico. No termo equivalente grego (καρδια – Kardia), segundo STRONG, o seu significado denota funções que normalmente atribuímos à mente humana: “centro e lugar da vida espiritual, lugar dos pensamentos, sede dos desejos, da vontade do caráter, afetos, propósitos e entendimento” (2002, p.1434).

Wolff resume de forma bastante contundente o papel do coração na Teologia veterotestamentária: “Na grande maioria dos casos, o coração é caracterizado por funções intelectuais, racionais, portanto, exatamente aquilo que nós atribuímos à cabeça ou mais exatamente ao cérebro” (2008, p. 89).

Ainda segundo Wolff, esta palavra, considerada por ele a mais importante para a gramática da antropologia veterotestamentária, representa, de modo figurado, o centro da integralidade humana.

O espectro de significações da noção antropológica mais freqüente revelou ser particularmente amplo. Sem dúvida, ele abrange as esferas do corporal, do emocional, do intelectual e das funções da vontade, mas deve-se registrar com a mesma clareza que a Bíblia vê no coração do ser humano, antes de mais nada, o centro do ser humano que vive de modo cônscio (2008, p.102).

A COROA COMO PREMIAÇÃO

Segundo STRONG, a coroa, (do grego στεφανος – stephanos), muito utilizada como prêmio nos jogos públicos ou símbolo de honra de uma forma geral, em sentido figurado, representa o símbolo da recompensa da vida eterna  (2 Tm 4:8; Tg 1:12; 1 Pe 5:4; Ap 2:3 e Ap 3:11): “stephanos, a coroa, representa metaforicamente a bem-aventurança eterna que será concedida como prêmio aos genuínos servos de Deus e de Cristo: a coroa que é a recompensa da retidão” (2002, p.1670). Não resta nenhuma dúvida de que a premiação proposta à Igreja de Filadélfia e a todos os crentes na pessoa de Jesus Cristo deve ser entendida como tal, ou seja, na vida eterna e em suas benesses.

 

 A COROA DESTA GERAÇÃO

Contextualizando com os dias atuais, o que temos de grande importância que precisa ser tão bem guardado assim para não perdermos a coroa?

Vejamos bem: Para o homem rico da parábola de Lucas 12:20, o que tinha de maior importância para serem guardados eram, sem dúvida, seus bens. O texto destaca, claramente, o alvo e objetivo daquele homem e sua preocupação, no simples fato de não haver em seus depósitos espaço suficiente para comportar além do que já possuía e necessitava. Então ele disse consigo mesmo: “Já sei o que vou fazer! Vou derrubar os meus celeiros e construir outros maiores, e ali guardarei toda a minha safra e todos os meus bens. E direi a mim mesmo: Você tem grande quantidade de bens, armazenados para muitos anos. Descansa, coma, beba e alegre-se”. A sua coroa pode ser associada ao tipo de vida que almejava ter, seu ideal de conquista de uma independência financeira tamanha que não necessitasse mais do trabalho e pudesse viver absolutamente voltado aos prazeres desta vida. Entretanto, o que ele não imaginava acontecer, sobreveio-lhe à noite daquele mesmo dia. A sua vida lhe foi tirada e, consequentemente, sua coroa.

 

CONCLUSÃO

Partindo do pressuposto de que vivemos em uma sociedade pós-moderna caracterizada pelo hedonismo, cujo sentido da vida se baseia na busca desenfreada pelo prazer e pelo imediatismo do aqui e agora; Que tipo de coroa parece ser melhor idealizada pelos que se rendem a esta filosofia de vida?  Em geral, qual é o alvo desta geração marcada pelo hedonismo e pelo imediatismo, que não tem Cristo como Senhor e que não leva em conta os valores da Palavra de Deus? Certamente, a fama, o dinheiro, o prazer sem limites, a satisfação a todo custo, o sucesso e a glória deste mundo.

Em contrapartida, para aqueles que se submetem a vontade de Deus e seus princípios, a coroa parece ser muito diferente dos ideais deste mundo. Para Davi, por exemplo, a coroa de maior importância não era aquela que estava sobre a sua cabeça. Para ele, sua verdadeira coroa não era o seu reinado, suas propriedades, suas fazendas, nem tampouco a sua fama e glória entre os seus adversários e nações, mas sua comunhão com Deus por meio do Espírito dEle em sua vida.  Muitos dos salmos escritos por ele corroboram com este pensamento: “Eu sou pobre e necessitado, mas o Senhor cuida de mim (Sl 40:17)”, “…Senhor, não tenho outro bem além de ti (Sl 16:2)”, “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da sua presença e não retires de mim o teu Espírito (Sl 51:10,11)”. Pode-se, portanto, concluir que, a sua verdadeira coroa era a presença de Deus em sua vida e para preservar tal coroa era indispensável um coração puro!

De acordo com este artigo, o texto de apocalipse 3:11 pode ser compreendido da seguinte maneira: “Guarde a fé e a ortodoxia, sobretudo o seu coração, para que não perca a premiação que lhe oferece o SENHOR: A vida eterna como recompensa”.

 

REFERÊNCIAS

WOLFF, Hans Walter. Antropologia do Antigo Testamento. São Paulo: Hagnos, 2008. 344 p.

STRONG, James. Dicionário Bíblico Strong: Léxico Hebraico, Aramaico e Grego de Strong. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2002. 1879 p.

BIBLIA. Português. Bíblia de Estudos Palavras Chave. Tradução Almeida Revista e Corrigida. CPAD, Rio de Janeiro: 4 ed., 2015.

 

Sobre Luis Aurélio Carvalho Machado

Luis Aurélio Carvalho Machado, casado com uma esposa maravilhosa (Elaine), pai de dois filhos lindos (Caio e Emilly), Evangelista da Igreja Batista Vale das Bençãos em Barra Mansa - Rio de Janeiro, estudante de Teologia pela Faculdade Teológica Sul Americana (FTSA), cursando o último semestre pela graça de Deus. "A misericórdia do Senhor e a sua graça estão sobre minha vida!"

8 comentários

  1. Obrigado Luis Aurélio! É uma honra para nós da OBPC de Pindamonhangaba SP, podermos publicar uma mensagem tão linda como a que você escreveu! Parabéns! Objetive mesmo o premio que lhe será entregue por Jesus e nunca renda-se ao fascínio da glória terrena! Deus abençoe sempre o teu coração para que procedas em conformidade com o PROJETO DO MESTRE. Grande abraço. Pr Samuel Suana

    • Muito obrigado pastor Samuel! A honra é toda minha em publicar este humilde artigo no site desta igreja tão conceituada e amada. Agradeço muito o apoio e carinho de vocês irmãos em Cristo da OBPC de Pinda, especialmente ao Sandro, meu amigo e parceiro de estudos, que fez o contato, e ao senhor que carinhosamente cedeu este espaço, dando toda esta atenção. Jamais me esquecerei desta atitude tão nobre e verdadeiramente cristã de vocês que conquistou minha admiração.
      Deus abençoe!
      Um grande abraço,
      Luis Aurélio

  2. Bruno da silva Monteiro

    Nem todas as metas se relacionam com o trabalho e o estudo, com certeza você tem objetivos pessoais que às vezes podem ser difíceis de alcançar. Mas saiba que Deus e contigo e esta tudo REGISTRADO.
    Alcançar os objetivos é uma tarefa
    Sua vontade por ser a cada instante alguém melhor farão que dia a dia você avance um pouco mais até conseguir todos os objetivos, parabéns.
    Não são placas com seu nome, nem as medalhas que você leve ou os reconhecimentos que te brindem, é ter o dever cumprido o que importa.

    Você e muito importante para o Reino de Deus

    • Luis Aurélio Carvalho Machado

      Olá querido irmão Bruno,
      Agradeço muito pela atenção e pelo apoio de vocês todos.
      Tenho um carinho muito grande por vcs.
      Deus abençoe!

  3. Rogéria Rodrigues da Silva Santos.

    É muito excelente ter pessoas sérias que prezem a palavra de Deus. Meus parabéns ao irmão Evangelista Luis Aurélio Carvalho Machado, pela exposição do texto. Precisamos nos comprometermos mais com Deus e menos com o mundo. Guardar a coroa de honra,sim ,guardar sua comunhão e relacionamento com Deus. Muito bom!

    • Luis Aurélio Carvalho Machado

      Amém. Deus abençoe pastora Rogéria! Obrigado pela atenção e pelo elogio. Vcs são uma bênção muito grande em nossas vidas! Jamais esqueceremos o carinho com que nos receberam!

  4. Deus seja louvado palavras abençoadas, se começarmos a confiar isso é ter fé e pedirmos que o Senhor esquadrinhe o nosso coração pois dele procede todas as coisa estamos no caminho para conquistarmos nossa corao. Deus te abençoe.

    • Luis Aurélio Carvalho Machado

      Amém irmã Cláudia Alice!
      O que nos espeea na Glória são coisas que vão além da nossa imaginação. Vale a pena servirmos ao SENHOR de todo o nosso coração.
      Deua abençoe sua vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top