quinta-feira , 23 novembro 2017
Você está aqui: Capa » Pastoral de Hoje » Contar os dias

Contar os dias

“Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios” (Sl 90.12).

Contar os dias não é uma tarefa fácil, mas possível. Contar não é simplesmente exercício matemático, mas atitude do espírito, procedimento do caráter, expressão virtuosa da alma humana. Contar pode ser traduzido como valorizar, viver bem cada momento; administrar o tempo com sabedoria e com temor a Deus.

Moisés, ao escrever esse belo poema, tinha em mente as experiências mal sucedidas do povo de Israel no deserto. Gente que perdera muitas oportunidades devido a atitudes erradas frente aos grandes desafios. Moisés viu seu povo sendo punido e perdendo batalhas em função de idolatria, imoralidade e murmuração; falta de reconhecimento da graça divina manifesta em meio às dificuldades.

Deus abriu o Mar Vermelho, deu a Nuvem para refrescar o dia, a Coluna de fogo para aquecer a noite, o Maná para alimentá-los, a Rocha que os seguia permanentemente, carne, cura, livramentos etc., mas mesmo assim a ingratidão, a dureza de coração e a disposição para colocar o Senhor a prova sempre estavam presentes.

O foco era sempre a dificuldade e não os livramentos. O coração, em vez de ter gratidão, tinha sempre insatisfação. Deus não era valorizado por sua bondade, mas questionado por permitir a adversidade – instrumento de aperfeiçoamento e purificação. A realidade do deserto tirava o brilho de Canaã, terra prometida por Deus, lugar que manava leite e mel.

Contar os dias é viver bem cada oportunidade; é apreciar cada momento como específico. Contar os dias é muito mais exercício da alma do que do cérebro. É o reconhecimento de que Deus está presente e que Seus feitos tornam nossas vidas mais ricas, fortes e vigorosas. Contar os dias é reconhecer que o tempo é dádiva de Deus; que “cada minuto que passa é um milagre que não se repete”.

Oremos pela administração de nosso tempo. Que haja em nosso coração sabedoria, para que os projetos divinos sejam realizados em nós e através de nós. Precisamos ser bons mordomos da graça divina.

Remindo o tempo porque os dias são maus (Ef ).

Sobre Pr Samuel Suana

Samuel Suana, marido de Marta Maria da Silva Suana e pai de Flórence da Silva Suana e de Asaph da Silva Suana. É pastor da Igreja O Brasil para Cristo em Pindamonhangaba–SP. Bacharel em Teologia (IBAD), Graduado em Pedagogia (UNITAU), Licenciado em Educação, com especialização em Didática do Ensino Superior (FASC) e Psicologia Pastoral (CEM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top